Brilho nos olhos

A primeira vez que lembro de ter vontade de ser mãe, ou melhor, de ter filhos, eu estava em Mar del Plata, tinha 24 anos e estava longe de casa já tinham alguns meses. Eu vi uma mãe e um filho sentados em um café conversando, o menino parecia ter uns 11 anos, eu vi aquela cena e tive saudade das muitas conversas que já tive com meus pais, mas também tive vontade de estar no lugar da mulher, ela tinha um brilho nos olhos que é a única coisa que lembro com nitidez daquela cena.

Agora tenho 30 anos, uma filha de dois com quem já posso conversar, e outro dia ela estava falando alguma coisa e eu fiquei maravilhada pela lógica e eloquência dela, e então parei de prestar atenção, fiquei só ali olhando e maravilhada de pensar como que um ser que eu vi nascer tão pequeno já podia estar diante de mim falando coisas tão extraordinárias. Quando ela parou de falar eu não podia responder nada para ela, só pude dizer que eu a amava e que ela era uma filhotinha. E então eu me lembrei das muitas vezes que estava conversando com meus pais, e percebia que eles não estavam na conversa, porque de repente eles começavam a falar de como gostavam de mim, ou coisas assim, e eu ficava meio brava e irritada.

É assim, agora entendo aquele brilho nos olhos, ele era mesmo especial.

15112019-IMG_8388.jpg

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s