viagem de estudos 2: a vegetação orna

Já foi faz um tempo, um tempão na verdade, mas a vida vai engolindo a gente…

Nesta viagem o tema foi “residencial modernista”. Não conseguimos visitar todos os edifícios por dentro, mas foi interessante caminhar por higienópolis.  Então eu venho olhar as fotos umas três semanas e depois, e vejo que tem muitas plantas, enquadrando, contrastando, colocando alguma beleza, e eu confesso que com a minha mente falha eu não consigo ter muita certeza do quanto foi intencional ou não. Estou estudando paisagismo este semestre, e pode ser que isto influencie muito, e eu na verdade acredito que o paisagismo do modernismo “agrega” muito às obras. 
A verdade é que eu acho que esta coisa de linguagem de um artista, tem muita relação com uma certa obsessão que ele tenha por alguma coisa, um tique, não que eu queira me dizer uma artista aqui, mas percebo que algumas “marcas” minhas, que se repetem nas minhas fotos, e nas fotos que eu gosto, tem muito de algumas obsessões particulares, que podem não ser assim tão únicas da minha pessoa, mas que estão aí nas fotos. E neste dia a obsessão foram as plantas, e seu quê de desordenado, surpresa e complexidade no meio de tanto ordenamento. 

Caminhando por aí, não sei que edifício é…

 Caminhando por aí, não sei que edifício é…  Nem modernista é, mas as plantas estão aí

p.s.: sim, está tudo torto, o blogger não sabe arrumar, nem eu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s